segunda-feira, 12 de julho de 2010

PetroChina s'intéresserait à BP

LEMONDE.FR avec AFP | 12.07.10 | 10h17

e géant pétrolier chinois PetroChina accueillerait favorablement un rapprochement avec le groupe pétrolier britannique BP, confronté aux conséquences de la marée noire dans le golfe du Mexique, a rapporté lundi le Financial Times, citant un responsable.
Mao Zefeng, responsable des relations avec les investisseurs à PetroChina, a indiqué au quotidien que la première réaction du groupe chinois après la fuite de brut au large des Etats-Unis a été de voir comment "aider BP à régler rapidement le problème". "Nous les avons contactés pour voir si nous pouvions les aider en matière d'ingénierie ou technique", a dit M. Mao. Ce dernier n'a pas souhaité commenter une éventuelle aide financière. "Nous ne commentons pas des rumeurs de marché. Mais s'il existe une possibilité de travailler plus étroitement ensemble, nous l'accueillerions favorablement", a-t-il dit, selon le journal. Les entreprises chinoises, particulièrement dans les ressources naturelles, sont depuis plusieurs années dans une stratégie de développement à l'international, pour sécuriser leurs sources d'approvisionnement. PetroChina, coté à New York, Hongkong et Shanghaï, avait annoncé en mai vouloir investir 60 milliards de dollars à l'étranger dans les dix ans. BP était entré au capital de PetroChina en 2000 avant de revendre ses actions – représentant 2 % du capital – quatre ans plus tard. Les deux groupes ont une coentreprise pour gérer des stations service dans la province du Guangdong (Sud).
Selon le Financial Times, PetroChina ne devrait pas vouloir racheter BP, qui a perdu la moitié de sa valeur en deux mois (il valait la semaine dernière 64 milliards de livres - 77 milliards d'euros) en raison de considérations politiques mais pourrait être intéressé par des coentreprises. La marée noire causée par l'explosion d'une de ses plates-formes dans le golfe du Mexique a déjà coûté au groupe pétrolier britannique 3,5 milliards de dollars, a-t-il annoncé lundi.

domingo, 4 de julho de 2010

Laços entre Civilizações

Junior Researcher Vacancy (M / F)



Centro de Estudos Sociais (CES), Associate Laboratory (Faculty of Economics of the University of Coimbra – Portugal) opens a Junior Researcher position within the project “Assessing the ‘One Country, Two Systems’ Formula: The role of Macau in China's Relations with the EU and the Portuguese Speaking Countries” (PTDC/CPJ-CPO/099797/2008 | FCOMP-01-0124-FEDER-009198), financed by the Portuguese Foundation for Science and Technology.

This project aims to examine how the Macau Special Administrative Region (SAR) has been a case of successful implementation of the formula “one country, two systems”. It focuses on the 1999-2009 period, the first ten years of existence of the Macau SAR after the handover from the Portuguese to the Chinese administration.

The selected Junior Researcher will be based at the Centro de Estudos Sociais, Portugal. He/she will be offered a six-month contract (745 euros per month), starting in August 2010, renewable according to the Statute of Scholarships of the Foundation for Science and Technology and the Rule for Scholarships of Centro de Estudos Sociais.

Preference will be given to candidates with:  

-        Degree in International Relations;
-        Previous research experience in similar thematic;
-        Availability to travel for fieldwork;
-        English native speakers with a good knowledge of Chinese (Mandarin and/or Cantonese);
-        Basic knowledge of Portuguese.

CES in an equal opportunities employer.
Centro de Estudos Sociais reserves the right not to hire any candidate if the candidates do not match the desired selection criteria.
For further information, please consult www.ces.uc.pt
Application deadline: 25th July 2010 (post office stamp)
Applications should be sent with a cover letter, the CV and any other relevant information to:

                                                           A/c Prof. Doutora Carmen Mendes
                                                           Refº. CES-BI/22/2010
                                                           Centro de Estudos Sociais
                                                           Colégio de S. Jerónimo
                                                           Apartado 3087
                                                           3001 – 401 Coimbra

sexta-feira, 2 de julho de 2010

CHAMADA PARA INSCRIÇÕES DE GRUPOS DE TRABALHO

http://www.aps.pt/cms/imagens/conteudos/IMG4be2962a5f38f.JPG

CHAMADA PARA INSCRIÇÕES DE GRUPOS DE TRABALHO
A cidade de Salvador foi escolhida para abrigar, pela primeira vez, nos dias 12, 13, 14 e 15 de Dezembro deste ano o Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. O evento, que está em sua décima primeira edição, tem como tema as “Diversidades e (Des)Igualdades”. Sua organização está a cargo de um comité composto de pesquisadores de todas as Universidades públicas da Bahia, com a coordenação do Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO) da Universidade Federal da Bahia.
Especialistas em ciências sociais e humanidades de diversos países estarão reunidos para debater a diversidade e a complexidade de sociedades diferenciadas, nos mais variados aspectos, como é o caso dos países de língua portuguesa.
Convidamos grupos de dois a quatro pesquisadores doutores, oriundos de, pelo menos, duas instituições diferentes (e, de preferência, de países diferentes) para apresentarem propostas de Grupos de Trabalhos dentro dos seguintes eixos temáticos.
EIXOS TEMÁTICOS
1- Identidades, Poder e Política no mundo luso-afro-brasileiro.
2- Economias solidárias e sustentabilidade.
3- Religiões e Religiosidades: identidades e diversidades
4- Processos educativos e diversidades culturais.
5- Direitos e Cidadanias: inclusão, exclusão políticas públicas.
6- Sociabilidades plurais – intersecções de gênero, classe, família, raça/etnia.
7- Corpo, Saúde e Sexualidades.
8- Culturas, Sociabilidades Urbanas e Pluralismos Culturais.
9- Patrimônios culturais: Poder e Memória.
10- Territorialidades e Identidades: Migrações, deslocamentos, globalização e diversidade cultural.
11- Campo/cidade: uso de recursos ambientais, gestões e diversidade cultural.
12- Trabalho e diversidade cultural
13- Linguagens, Literaturas e Artes: diferenças e diversidades
14- Ciências e Tecnologias.
15- Comunicação (em meios tradicionais e novos meios), diversidade e desigualdade
16- Relações Internacionais, Estado e Pluralidade Cultural: Conexões.
As inscrições devem ser feitas online através da home page do evento

Data limite: 17/07/2010
Obs. A proposta deve ser enviada em nome de apenas um dos componentes. Os outros componentes deverão ter seus nomes citados no corpo do resumo.

A cidade de Salvador foi escolhida para abrigar, pela primeira vez, o Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, nos dias 12, 13 e 14 de Dezembro deste ano. O Evento, que está em sua décima primeira edição, tem como tema as “Diversidades e (Des)Igualdades”, que serão discutidos em 22 eixos temáticos. Durante os três dias de evento, especialistas em ciências sociais e humanidades de diversos países estarão reunidos para debater a diversidade e a complexidade de sociedades diferenciadas, nos mais variados aspectos, como é o caso dos países de língua portuguesa.
A programação acadêmica acontece no campus de Ondina da UFBA, e conta com a realização de eventos públicos e atividades culturais no centro histórico de Salvador. O XI Congresso Luso Afro Brasileiro está sendo organizado por um comitê composto de pesquisadores de todas as universidades publicas da Bahia, com a coordenação do Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO) da Universidade Federal da Bahia.
O X Congresso Luso- Afro- Brasileiro de Ciências Sociais, aconteceu na Universidade do Minho- Campus de Gualtar - BRAGA - PORTUGAL de 04 a 07 de Fevereiro de 2009 e reuniu cerca de dois mil participantes . Para esta edição, estima-se um público ainda maior.

Escola Superior Gallaecia

A Escola Superior Gallaecia (ESG) é instituída pela Fundação Convento da Orada (FCO), Fundação para a Salvaguarda e Reabilitação do Património Arquitectónico. A Fundação rege-se pelos seus estatutos, tendo sido reconhecida em Diário da Republica, na 3ª Série, nº284, de 10 de Dezembro de 1988.
Desde a sua abertura em 1992, a Escola Superior Gallaecia tem, progressivamente, vindo a melhorar o seu contributo pela qualidade na formação universitária da região, no desenvolvimento de cursos de pós-graduação e de pós-formação, no apoio às populações, no apoio incondicional à investigação científica e publicações científica, na cooperação nacional e internacional e na organização activa de eventos culturais.
A Escola Superior Gallaecia (ESG) tem vindo a ser reconhecida pela exigência, qualidade e rigor na formação dos seus licenciados. É dos poucos estabelecimentos de ensino universitário de carácter transfronteiriço, não só pela sua localização, mas também pelo facto de parte do seu corpo docente e estudantil ser galego.
As suas principais características são o ensino personalizado e a estreita relação existente, entre o património, o ambiente e as artes, nas licenciaturas ministradas, tendo em atenção constante, a integração do homem no meio. É das poucas instituições universitárias integradas no meio rural, possibilitando aos seus estudantes intervirem em equipamentos (Design), em estruturas (Arquitectura) e em paisagens (Ecologia e Paisagismo) em contextos não urbanos.